Visto L1, EB5 e E2: Conheça as 6 Principais Diferenças Entre Eles

5
(2)
Vistos americanos L1, EB5 e E2

Se você está pensando em fazer negócios com os Estados Unidos, é fundamental avaliar todas as opções e estar bem informado sobre as condições de cada tipo de visto, para que não haja problemas no futuro. Uma das formas de ingressar na América é investindo ou trabalhando no país, por isso, os tipos de vistos mais procurados são: o EB-5, E2 e o visto L1. 

É importante saber que nem todos possibilitam a permanência fixa e que há exigências específicas para cada tipo.

Neste post vamos te mostrar a diferença entre cada um deles para não restar mais nenhuma dúvida!

Está pensando em se mudar ou passar um tempo nos Estados Unidos?

Confira aqui as opções de visto e entenda quais são os benefícios e exigências nos Vistos L1, EB5 e E2.

É fundamental avaliar todas as opções! Por isso,Para facilitar sua leitura, preparemos a lista de tópicos abaixo:

Visto EB5

O visto EB5 é o mais procurado por grandes investidores.

A razão disso é que esta categoria é a ideal para quem procura um status permanente nos Estados Unidos.

Também há a real possibilidade de obter o Green Card e abre portas para se candidatar à cidadania norte-americana após alguns anos.

O programa garante benefícios para toda a família, incluindo cônjuge e filhos de até 21 anos de idade. 

É importante que o investimento gere empregos, a aplicação do capital pode ser feito em um negócio ou projeto EB5 por meio dos centros regionais, em breve falaremos mais sobre isso aqui. 

Requerimentos do visto EB5

Pessoas de qualquer nacionalidade podem fazer a aplicação para esse visto, o grande requisito é ter o capital necessário.

E ainda, não pode ter antecedentes criminais, nem infringido as leis de imigração nos EUA. Sobretudo, deve-se cumprir as condições que falaremos abaixo dentro no prazo estabelecido.

Duração

O visto dura inicialmente 2 anos, que é o prazo para comprovar que o negócio está indo bem e que cumpriu as condições que a imigração exige do investimento.

Caso o resultado seja positivo, o investidor e sua família recebem um status de residência permanente válido por 10 anos.

Pouco tempo depois que conseguir esse status, já é possível solicitar o Green Card, feito isso, só depois de 5 anos estarão aptos para se candidatar à cidadania americana.

Benefícios para a família

O cônjuge do investidor pode desenvolver atividades profissionais no país e os filhos contam com facilidades na educação, pois dispõem dos mesmos direitos que cidadãos norte-americanos, inclusive para realizar aplicações para obter bolsas de estudos em faculdades.

Caso todas as condições estabelecidas com relação a geração de empregos e rentabilidade sejam cumpridas dentro do prazo, o investidor e sua família recebem o status de residente permanente por 10 anos.

Alguns anos após obter esse status, podem solicitar o Green Card e ter uma vida nos Estados Unidos com todos os direitos garantidos.

Sobre o investimento

O investimento para garantir um visto EB5 é alto e não pode ser obtido por meio de empréstimo.

Assim como no visto E2, os investidores precisam comprovar que a origem dos fundos não é ilegal e demonstrar a prova de inexistência de antecedentes criminais.

O valor mínimo de investimento é de US$ 1.000.000.

Porém, em algumas situações pode baixar para US$ 500.000.

No caso de o investidor decidir por um TEA (targeted employment area), que são as áreas consideradas com altas taxas de desemprego ou área rural.

característica do negócio

Ao contrário do visto E2, o investidor não fica atado ao negócio, nem é obrigado a gerenciar e acompanhar todo o desenvolvimento do projeto.

O investidor EB5 pode optar por fazer um investimento passivo, que seja gerenciado pelos Centros Regionais, sendo assim, ele pode morar em qualquer lugar do país enquanto seu negócio estiver ativo.

O negócio tem um prazo de dois anos para gerar pelo menos 10 empregos de tempo integral, destinados a cidadãos norte-americanos, residentes permanentes ou outros imigrantes que tenham autorização para trabalhar nos EUA.

Esses 10 empregos não podem contar com o investidor e sua família.

ebook tipos de visto americano

Visto E2

O visto E2 é um visto de não imigrante para pessoas que desejam investir uma quantia substancial em um negócio nos EUA, seja ele novo ou já existente.

O valor a ser investido não precisa ser uma quantia tão elevada quanto o exigido no visto EB5.

Esta categoria só pode ser solicitada por cidadãos de países que possuem Tratado de Comércio com os Estados Unidos.

Confira a lista completa dos países que fazem parte do tratado clicando aqui.

É importante deixar claro que esse visto não se torna um green card, como pode acontecer com o EB5.

Então se a sua intenção for imigrar para os estados unidos e viver permanentemente, esta não é a melhor opção para você.

Requerimentos básicos para obter o visto E2

  1. Ser cidadão de um país com o qual os Estados Unidos mantenham um tratado de comércio e navegação.
  2. Ter investido, ou estar ativamente no processo de investir, uma quantidade substancial de capital em uma empresa nos Estados Unidos.
  3. Ter objetivo de entrar nos Estados Unidos apenas para desenvolver e direcionar a empresa de investimentos. Comprovando pelo menos 50% de propriedade da empresa ou a posse de controle operacional por meio de uma posição gerencial.

Duração

O visto E2 tem prazo de 2 anos a 5 anos, varia conforme a nacionalidade do solicitante. Pode ser renovado periodicamente, desde que o negócio esteja ativo e atenda aos requisitos do departamento de imigração.

Se o investidor decidir parar o investimento ele precisa deixar o país, já que não possui residência permanente.

 Condições para a família

A família (cônjuge e dependentes de até 21 anos) também recebe benefícios, dessa forma podem morar no país junto com o investidor.

Os filhos ganham o direito de frequentar escolas, públicas ou privadas. Já o cônjuge recebe permissão de trabalho para realizar qualquer atividade profissional no país.

Enquanto isso o investidor precisa de dedicar ao negócio, acompanhando o desenvolvimento e gerenciando sua operação de perto.

Sobre o investimento

Visto L1, EB5 e E2: Conheça as 6 Principais Diferenças Entre Eles 1

Não há um valor mínimo para obter o visto de investidor E2.

Porém o montante deve ser considerado substancial.

A imigração considera um capital substancial quando ele é suficiente para abrir ou comprar um negócio já existente, assim como para garantir que a operação da empresa tenha sucesso.

Também é necessário comprovar que o valor utilizado no investimento não foi adquirido de maneira ilegal e que pertence ao solicitante do visto.

Algo interessante de se observar é que há a permissão de visto para sócios.

Neste caso ambos precisam ter a nacionalidade de países que fazem parte do acordo, precisam ter 50% da empresa e cada um deve contribuir com metade do investimento.

O total recomendado para investimento com segurança é de U$ 100.000. Claro que varia de negócio para negócio.

Características do negócio

O empreendimento não pode ser marginal, portanto para aprovação precisa mostrar potencial de gerar lucro o suficiente para sustentar o negócio e a família do investidor.

Também é importante a perspectiva de gerar empregos no país, não é obrigatório no primeiro momento.

Mas precisa ser uma quantidade considerável conforme o desenvolvimento do investimento e tipo de negócio.

A empresa deve gerar lucros com a venda de serviço e/ou produtos. Investimentos como ações e receita de aluguéis não são permitidos para o visto E2.

VISTO L1

O visto L1 é um visto de trabalho temporário.

É concedido para transferência de sócios, executivos e pessoas especializadas de uma empresa que pretende abrir uma filial ou já tenha uma afiliada nos Eua.

Para receber a aprovação a regra é que tenha uma empresa ativa no país de origem, mesmo iniciando negócios nos Estados Unidos, esta empresa também precisa justificar a razão da transferência do executivo.

Esta razão precisa estar bem clara para facilitar a aprovação do visto.

Requerimentos básicos para obter o visto L1

Como em todos os vistos, este também tem suas exigências, abaixo listamos os requisitos básicos para o visto L1:

  1. A pessoa deve ter sido empregado na empresa pelo menos 1 ano contínuo nos 3 anos antes de viajar para os Estados Unidos.
  2. O trabalho desenvolvido pelo mesmo na empresa deve ser de função executiva ou gerencial. Pois a categoria L1 não se aplica a cargos de baixo nível. 
  3. Os empregadores devem enviar uma petição individual para cada funcionário que deseja transferir. Mostrando que é responsável pelo processo e não a pessoa que irá se beneficiar do visto.

Duração: 

O L1 é concedido com uma duração inicial de 1 a 3 anos.

Pode ser renovado de acordo com o desempenho do negócio.

A avaliação considera o desenvolvimento da empresa, volume de negócios e número de funcionários, mas a permanência total no país é no máximo até 7 anos.

Possibilidade de obter o Green Card

Entretanto, ao se qualificar como executivo ou administrador, é possível se solicitar a residência permanente (green card).

Para isso, a empresa precisa estar há pelo menos um ano atuando nos Estados Unidos.

Benefícios para família:

O cônjuge pode receber o status de dependente, conhecido como L2, porém só não recebe permissão para trabalhar, como acontece com o visto E2.

Caso o cônjuge deseje exercer alguma atividade profissional, deverá dar entrada a um pedido de autorização no departamento de imigração americano.

Os filhos terão liberdade para frequentar a escola durante o mesmo período que o executivo permanecer no país e usufruir dos mesmos benefícios disponíveis para americanos e residentes permanentes.

Características do negócio:

A boa notícia é que qualquer tipo de negócio pode se qualificar para essa categoria: organizações sem fins lucrativos, corporações, sociedades etc.

É importante saber que a instituição deve continuar a fazer negócios em seu país de origem durante todo o período em que o executivo estiver nos Estados Unidos.

A organização também necessita de um business plan sólido que comprove a participação do executivo e demonstre que a empresa possui qualificação mínima, estruturação de funcionário efetivos e faturamento para se manter no exterior.

Todos esses dados serão avaliados pelo centro de imigração.

Você pode saber mais a respeito das exigências e benefícios de cada visto falando com um especialista no assunto. Agende sua consultoria clicando aqui para tirar suas dúvidas.

TABELA COMPARATIVOS ENTRE VISTOS AMERICANOS DE NEGÓCIO

Para dar mais clareza para você, fizemos uma tabela sintetizando as principais diferenças entre o visto EB-5, E2 e L1. Você pode conferir logo abaixo.

diferença visto l1 e2 eb5

O MAIS IMPORTANTE DE TUDO: NEGÓCIO ESTRUTURADO E LUCRATIVO

A grade maioria dos aspirantes a empreendedor nos EUA, acabam se preocupando muito com o visto, e esquecem do mais importante: ter um negócio sólido e em crescimento.

Uma dos melhores Estados norte americanos para se investir é a Flórida.

Ele consta na lista dos 5 melhores e possui excelente infraestrutura logística, e é a porta de entrada das multinacionais que possuem negócios na América Latina

Fizemos um vídeo que pode te auxiliar com algumas dicas, imprescindíveis na hora de fazer negócios na Florida, veja abaixo:

Agora que você já sabe as diferenças básicas entre os vistos de negócios, que tal compartilhar suas experiências conosco?

Basta comentar abaixo.

Equipe Red Consulting

 Green card

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

1 comentário em “Visto L1, EB5 e E2: Conheça as 6 Principais Diferenças Entre Eles”

Deixe um comentário